Data Center Homepage Newsletter

Incumprimentos entre empresas estão a aumentar na Europa Ocidental

Por a 14 de Novembro de 2019 as 17:33
empresa_alimentar-234x300

A Europa Ocidental regista um aumento de 2,7% nas insolvências em 2019. “Este é o primeiro aumento anual na região em anos, indicam os resultados do último Barómetro de Práticas de Pagamento, divulgado pela Crédito y Caución.

As taxas de incumprimento de pagamentos aumentaram “significativamente”. Dos 13 mercados analisados na Europa Ocidental, apenas a Dinamarca e a Itália mostram uma redução das taxas de incumprimento das transações comerciais entre empresas.

Os maiores aumentos registam-se na Áustria (de 0,7% para 2,4%), na Suíça (de 0,8% para 2,3%) e na Alemanha (de 0,7% para 2,1%).

“Num segundo bloco, a Bélgica (de 1% para 2%), a Suécia (de 1% para 2%) ou o Reino Unido (de 1,5% para 2,5%) ganham um ponto percentual, o que também significa uma alteração significativa no risco de incumprimento comercial das empresas portuguesas que exportam para esses mercados”, explica a empresa de market research.

Já a Irlanda (de 1% para 2%), Espanha (de 1,5% evolui para 2,4%), França (1,1% para 1,9%), Holanda (0,9% para 1,3%) ou mesmo a Grécia (de 2,8% para 3%) apresentam agravamentos mais ligeiros.

Por atividades, o setor agrícola regista o maior incumprimento na Europa Ocidental (de 1,7% em 2018 para 2,7% em 2019), seguido pelas máquinas (de 1,2% para 2,4%), bens de consumo duradouro (de 1,1% para 2,0%), eletrónica (de 1% para 1,9%), serviços (de 1% para 1,8%), alimentação (de 1,3% para 1,8%) e têxtil (de 1,1% para 1,4%).

Por dimensão, as microempresas da Europa Ocidental registaram um aumento de 1,4% das taxas de incumprimento em 2019. Mais pronunciado foram os crescimentos entre as PME (2,6%) e as grandes empresas (2,4%).

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *