FMCG Homepage Newsletter

Entrevista S+C: “2018 será um ano muito competitivo para o mercado de bebidas”

Por a 22 de Junho de 2018 as 16:30
Compal Summo

Rodrigo CostaRodrigo Costa, diretor de marketing da Sumol+Compal em Portugal e Espanha, revela em discurso direto as grandes apostas das marcas da S+C para conquistar os consumidores nesta época estival

Quais as grandes tendências de consumo do mercado de sumos e refrigerantes?

As grandes tendências passam sobretudo pela procura da naturalidade aliada ao sabor. Produtos com ingredientes simples, cujos nomes consigamos desenhar e perceber o que são, sem açúcar adicionado, e com a plenitude de sabor são aqueles que beneficiam de maior tendência de procura por parte dos consumidores.

Que performance registaram nos diferentes canais de distribuição? Qual o mais dinâmico?

Em 2017 assistimos a um crescimento do canal horeca em detrimento de um menor dinamismo no alimentar no que diz respeito a volume vendido. Fatores como a recuperação de poder de compra dos portugueses, o clima quente, sobretudo nos meses fora de época de verão, e o efeito incremental do turismo levaram a esta diferença de performance entre canais.

Que perspetivas têm para 2018?

Será um ano previsivelmente muito competitivo para o mercado de bebidas, com os principais operadores a revelarem uma grande vontade de crescimento. Será um ano em que o sucesso das propostas de inovação das nossas marcas irá ser um fator muito relevante para conseguirmos os objetivos de crescimento e quota de mercado.

O clima favorável da economia e o crescimento do turismo têm vindo a impactar positivamente a atividade da empresa?

Têm tido um impacto positivo na procura, mas sobretudo para o canal horeca. O turismo tem sido um impulsionador na transformação da oferta, ao nível da qualidade e dos novos conceitos que têm conseguido cativar mais consumidores.

Com o verão à porta, estão a preparar o lançamento de novos produtos?

Temos muita inovação relevante a entrar no mercado. Começámos o ano com a renovação da marca B!, que agora é uma bebida refrescante de fruta com ingredientes 100% naturais, estamos a desenvolver o sabor maracujá na marca Sumol como a inovação da marca para 2018, e acabámos de lançar para o mercado a maior inovação da marca Compal nos últimos anos, uma nova geração de sumos de fruta. Compal Summo é feito apenas com fruta espremida e nada mais, fruta selecionada com a mestria da Compal e sem açúcares adicionados. As inovações de 2018 não acabam aqui, teremos mais para desvendar em breve, mas de momento ainda não as podemos divulgar.

Qual a grande aposta para este verão?

Neste momento, a nossa grande aposta passa pelo lançamento de Compal Summo. Pelo potencial de inovação que representa, por ser um produto de sabor diferenciador que teve as melhores pontuações de sempre da marca nos testes de consumidor, e por ser um produto completamente em linha com as tendências mais emergentes na área da alimentação e bebidas. Temos, no entanto, outras apostas relevantes nas nossas marcas e dos parceiros que representamos, desde o apoio a Pepsi Max na categoria de colas, ao patrocínio do Rock in Rio com a marca 7Up, passando pelo reposicionamento de B! agora com ingredientes 100% naturais, e outras propostas que irão ainda aparecer no mercado durante o verão.

Que drivers têm conduzido a inovação nas empresas?

Nutrição, sustentabilidade, sabor de excelência, a um preço que seja acessível ao consumidor, são os principais drivers de inovação presentes na indústria de bebidas refrescantes.

Onde estão as oportunidades de crescimento para as marcas?

Sobretudo em propostas de bebidas com maior naturalidade e sabor, aposta em ingredientes naturais e em conceitos que surpreendam os consumidores e consigam ter um perfil de consumo estável e sustentado no tempo.

Quais as vendas da empresa, por marca, em 2017?

Não podemos fornecer esses dados por sermos uma empresa cotada em bolsa.

Qual o impacto do aumento do imposto sobre o açúcar nas vendas da empresa?

Não podemos fornecer esses dados por sermos uma empresa cotada em bolsa.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *