Homepage Logística Newsletter

Luís Simões: Gigaliners “reduzem em 30% o CO2 por tonelada transportada”

Por a 9 de Março de 2018 as 17:54
Gigaliner Portugal_LS

As questões ambientais são cada vez mais um dos principais temas em debate pelas empresas que procuram soluções para minimizarem os impactos ambientais. Um desses exemplos é o operador logístico português Luís Simões que introduziu no mercado ibérico, em 2014, os Gigaliners – veículos de transporte euro-modulares de 25,25 metros -, que são uma alternativa de transporte mais eficiente e ambientalmente mais sustentável.

A solução apresenta ganhos ambientais que se traduzem na redução de “cerca de 30% das emissões de dióxido de carbono (CO2) por tonelada” transportada. O uso de veículos modulares com maior capacidade de carga facilita e torna mais eficiente o transporte em curtas distâncias, ao diminuir o número de viagens e, consequentemente, o consumo do combustível.

“Regista-se uma maior eficiência, resultado da redução de custos de exploração/tonelada transportada, por via de um menor consumo de combustível e esforço de investimento. Por fim, verifica-se menor desgaste das vias rodoviárias, com uma redução de um terço da pressão nas vias, tendo em conta que dois Gigaliners substituem três conjuntos convencionais”, esclareceu a empresa em comunicado.

Atualmente a Luís Simões tem em circulação, em Portugal e Espanha, 10 veículos Gigaliners, que “visam otimizar o sistema euro-modular e acrescentar valor à cadeia de abastecimento de clientes”.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *