FMCG Homepage Newsletter

Portal da Queixa representa startups portuguesas na Web Summit

Por a 2 de Novembro de 2017 as 15:26
Portal_da_Queixa_2016

A rede social criada em Portugal que conecta consumidores e marcas, a Portal da Queixa, vai subir ao palco da Web Summit durante a cerimónia de abertura, em representação das startups portuguesas.

A conferência de tecnologia em Lisboa, entre os dias 6 e 9 deste mês. Este é o segundo ano que o País recebe a cimeira.

A Portal da Queixa vai ao evento com o objetivo de se apresentar a investidores e captar investimento para a sua internacionalização.

“Vamos demonstrar a inovação tecnológica da nossa plataforma, relativamente à alteração do paradigma na relação das marcas e consumidores”, explica Pedro Lourenço, CEO (chief executive officer) e fundador do Portal da Queixa.

A rede social foi criada em 2009 para que os consumidores possam efetuar as suas reclamações diretamente junto das marcas, as quais ganham também uma plataforma para conseguir prestar um melhor apoio técnico aos clientes. A rede social avalia a taxa de resposta e de satisfação atribuídas a cada empresa registada.

“Esta é uma inovação em grande parte do mundo e, por isso, será sempre uma nova forma de abordar o tema com enorme capacidade de escala e crescimento”, sublinha o fundador, que subirá ao palco durante a abertura da Web Summit, ao lado de Paddy Cosgrave, fundador da Web Summit, António Guterres, secretário-geral das Nações Unidas e António Costa, primeiro-ministro português, entre outros.

Desde 2009 a rede social recebeu já 140 mil reclamações e apresenta uma média de dois milhões de visitas por mês. Conta atualmente com 180 mil utilizadores e 4000 marcas registadas. Em março de 2016, o portal contava com 47 mil consumidores registados e mais de 2500 empresas registadas, segundo dados apresentados numa conferência de imprensa levada a cabo naquela data. A empresa pretendia entrar em Espanha no último ano, mas a expansão acabou por não acontecer.

Na Web Summit, a empresa espera encontrar oportunidades para alargar o negócio. “O objetivo da equipa do Portal da Queixa é crescer a nível nacional mas, acima de tudo, levar o projeto para além-fronteiras. Participarmos neste evento vai permitir potenciar a nossa visibilidade em outros países e captar o interesse de investidores para o processo de internacionalização, assim como avaliar o potencial da plataforma, junto de um público com capacidade de análise construtiva, para que possamos eventualmente aferir melhoramentos ou ideias para o futuro”.

São esperados 60 mil visitantes, oriundos de 170 países, à Web Summit 2017, incluindo os mais de mil oradores e 1600 startups.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *