FMCG Homepage Newsletter

Bebidas espirituosas pedem manutenção de imposto até 2020

Por a 11 de Outubro de 2017 as 11:15
espirituosas

A Associação Nacional de Empresas de Bebidas Espirituosas (ANEBE) propõe a manutenção do imposto sobre o setor até 2020, no âmbito do Orçamento do Estado para 2018 (OE2018), disse esta quarta-feira à Lusa o secretário-geral, Rui Duarte. Com esta proposta, a ANEBE quer promover a estabilidade e previsibilidade fiscal.

Esta proposta – de uma cláusula de “standstill” [manutenção] do Imposto sobre o Álcool e as Bebidas Alcoólicas (IABA) para as bebidas espirituosas – é uma solução “‘win-win’ [ambas as partes saem a ganhar]” pois permite “maximizar a receita potencial do Estado” e, através da estabilidade fiscal, “relançar a competitividade da indústria, criar emprego e exportações e antecipar investimento”, afirmou o responsável.

O setor das bebidas espirituosas é constituído em 80% por pequenas e médias empresas [PME] e a sua maioria estão localizadas em território de baixa densidade. Representa 6.000 empregos e exporta 50 milhões de euros.
 

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *