Homepage Newsletter Opinião

O envolvimento de toda a empresa no processo de adoção de uma Cultura Digital, por Carlos Carvalheira (SAS)

Por a 14 de Setembro de 2017 as 11:31
carlos-sas

Por Carlos Carvalheira, Account Executive do SAS

A Transformação Digital nas organizações continua a ser, nos dias de hoje, um dos temas mais falados, sendo indiscutível a sua importância face à atual realidade do mercado. É um processo árduo, que exige toda uma adaptação a um novo universo, mas que promete claras vantagens competitivas e estímulos rumo ao crescimento e aumento da produtividade.

São já muitos os estudos feitos sobre este grande desafio que as empresas têm pela frente, sendo a falta de competências digitais uma das questões mais faladas. Este facto pode ser encarado como um desafio para os colaboradores que, perante a atroz velocidade da inovação tecnológica, têm de saber reinventar-se, nunca esquecendo a aposta na formação de forma a ganharem as competências certas.

É um facto que as novas tecnologias não param de aparecer e, se por um lado, isto representa o tal desafio para os colaboradores, por outro, também o é para as empresas que ficam em mãos com a complexa tarefa de definir planos e estratégias para a implementação de novas soluções e ferramentas nas suas diferentes áreas de negócio. Para além disso, a meu ver as empresas devem ainda saber motivar e envolver todos os seus colaboradores para a mudança cultural prestes a acontecer.

E, no fundo, é disso que se trata quando falamos de transformação digital: a adaptação de toda a empresa ao universo digital para se conseguir uma transição de sucesso. Novas funções, novas competências, uma nova cultura empresarial… diria que é um mundo novo que se abre, onde a palavra “competitividade” ganha cada vez mais sentido!

E para sermos competitivos temos de conseguir ser ágeis e flexíveis pois se há poucas certezas uma delas é que o mercado nunca vai parar de mudar e evoluir! Ontem falava-se no Big Data, hoje falamos na Cloud, na Internet of Things e no Machine Learning e acredite que amanhã já vai ouvir falar noutros conceitos. O segredo é estarmos constantemente atualizados e conseguir retirar o máximo de valor acrescentado das novas ferramentas que vão surgindo no mercado.

O enfoque tem sempre de estar sobre os clientes e na satisfação das suas necessidades, proporcionando-lhes um serviço irrepreensível. E, para se conseguir isso, há que testar e pôr em prática novos conceitos, nunca tendo medo de inovar, experimentar e arriscar! Adote uma visão e cultura digital, nunca esquecendo de envolver todos os colaboradores neste processo.

Acredito mesmo que só assim se conseguirá algo eficaz, obtendo-se então depois resultados consistentes para toda a organização. Uma mudança dá trabalho, requer persistência, tenacidade, paciência e esforço… há que identificar aquilo que tem de ser mudado, definir novas estratégias, novos planos e o rumo que se pretende, investir nas pessoas certas, saber chegar a todos os colaboradores, envolvê-los em cada etapa do processo, adotar as ferramentas mais adequadas… isto tudo para as empresas conseguirem manter-se competitivas e conseguirem manter os seus clientes fieis a si!

A dinâmica do mercado está constantemente a mudar e o que os gestores não podem é deixar de acompanhar este dinamismo, tendo consciência que é dentro da sua organização e junto dos seus colaboradores que é trilhado e construído o caminho para o sucesso…

No seguimento deste assunto, e mesmo sabendo que o tempo de leitura é escasso já que para a maioria as férias já passaram, não queria deixar de lhe falar de um livro inspirador chamado “The Analytical Marketer” da Adele Sweetwood que, de forma inteligente e prática, fala dos desafios e oportunidades do Analytics num mercado cada vez mais globalizado.

Mudanças de mentalidade e cultura, restruturação de equipas, envolvimento de todos os departamentos da empresa no processo, abordagens ágeis e proactivas, inovação e criatividade, não ter receio de arriscar… é disto e muito mais que esta autora nos fala, muito na linha das exigências e requisitos do tão falado processo de Transformação Digital nas empresas.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *