Distribuição Homepage Newsletter

Loja online europeia Zalando cresce 21,5% em vendas no primeiro semestre

Por a 11 de Agosto de 2017 as 13:39
zaland

As vendas da plataforma europeia de ecommerce de moda Zalando superam na primeira metade do ano os dois mil milhões de euros, o que representa um aumento de 21,5% face ao mesmo período de 2016.

Não obstante, o lucro líquido da segunda maior loja online de moda na Europa, presente em 15 mercados europeus, fixou-se em 47,4 milhões de euros na primeira metade do ano, tendo descido a partir dos 50 milhões de euros registados entre janeiro e junho de 2016.

A plataforma que alberga perto de 2000 marcas internacionais de moda viu nos primeiros seis meses do ano o número de visitas crescer dos 480 milhões atingidos no primeiro semestre anterior para os 595 milhões, dos quais 70% acederam à loja através de dispositivos móveis (65% do primeiro semestre de 2016). No segundo trimestre, o número de utilizadores ativos da loja online aumentou em 800 mil, face ao trimestre homólogo transato, para os 21,2 milhões – este foi o maior crescimento verificado desde final de 2015.

Na região DACH (Alemanha, Áustria e Suíça), que representa a maior fatia do negócio da plataforma com cunho alemão, as vendas no primeiro semestre cresceram 16% para 1 017 milhões de euros. Já nos restantes países europeus, o volume de negócios subiu 25,1%, em termos homólogos, para os 898 milhões de euros.

Entre as inovações lançadas pela emprese destacam-se o recente programa de fidelização “Zet”, assim como as soluções de fornecimento, em parceria com a Bestseller, as quais visam dar às marcas de moda acesso à infraestrutura logística e “know how” da Zalando. Esta última aposta apresentada no segundo trimestre de 2017 vem aumentar a competição frente à Amazon, que apresenta o serviço “Logística de Amazon” para garantir a pequenos negócios capacidade logística.

A Zalando detém uma quota de mercado de 6,1% no comércio de moda na Europa, segundo dados da Bloomberg Business divulgados em dezembro de 2016, estando logo atrás da maior retalhistas online de moda no continente – a Otto, detentora de 6,2% do mesmo mercado. No entanto, a Amazon já se apresenta no terceiro lugar desta tabela, apresentado uma quota de 5,7% das vendas de moda na Europa.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *