Distribuição Homepage Newsletter

Pequenos negócios representam mais de 50% dos bens vendidos em “marketplaces” da Amazon

Por a 10 de Agosto de 2017 as 17:32
Amazon_2

As vendas de produtos de pequenos negócios já representam mais de 50% dos artigos vendidos através dos 11 “marketplaces” operados pela Amazon em todo o mundo. As pequenas e médias empresas e empreendedores que marcam presença nos portais de venda online da retalhista venderam mais de dois mil milhões de artigos durante o primeiro semestre de 2017, batendo “todos os recordes”, anuncia a empresa.

A gigante do ecommerce oferece aos pequenos negócios, através do programa “Logística de Amazon”, capacidade logística para chegarem a mais de 300 milhões de clientes ativos nos “marketplaces”, que abrangem mais de 180 países. No último ano, mais de 100 mil comerciantes conseguiram através dos “marketplaces” da Amazon  um volume de negócio superior a 100 mil dólares.

Novo centro logístico em Espanha para atrair mais vendedores

No sentido de ampliar a sua rede logística na Europa e atrair mais vendedores externos, a empresa de Jeff Bezos anunciou também recentemente a inauguração de um novo centro logístico em Espanha, concretamente em Illescas (Toledo).  Com abertura prevista para o outono de 2018, as novas instalações, situadas no pólo “eco-industrial” Plataforma Central Iberum, contarão com uma superfície útil de mais de 100 mil metros quadrados – o equivalente a 12 campos de futebol, explica a retalhista norte-americana.

O centro logístico, que supõe a criação de 900 postos de trabalho durante os três anos seguintes à inauguração, vem ampliar a rede logística da Amazon na Europa, composta atualmente por mais de 30 centros em sete países. “Além disso, contribuirá para a expansão internacional através de um maior número de vendedores externos, muitos dos quais pequenos negócios locais, graças à nossa ampla capacidade logística”, salienta Fred Pattje, diretor de Operações para Espanha e Itália.

Desta forma, a empresa continua a apostar no país vizinho, onde inaugurou recentemente duas estações logísticas – em Getafe (Madrid) e em Paterna (Valência) – e tem previstas ainda para este ano as aberturas de dois centros logísticos em Barcelona.

O primeiro centro da Amazon aberto em Espanha situa-se em San Fernando de Henares (Madrid), o qual começou a operar em 2012, um ano após do lançamento da Amazon.es. Além deste e dos mais recentes centros inaugurados, a empresa conta com um centro logístico em Castellbisbal (Barcelona), dedicado a Amazon Pantry (serviço de compra de produto básicos do dia-a-dia) e dois centros urbanos, em Madrid e Barcelona, para proporcionar entregas “ultra-rápidas” nestas cidades aos membros do programa de fidelização Prime Now.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *