Distribuição Homepage Newsletter

Grupo Metro procura startups digitais para 3ª edição do “Accelerator by Techstars”

Por a 18 de Maio de 2017 as 15:34
Metro Accelerator

O Grupo Metro, dono da Makro Portugal, abriu inscrições para a terceira edição do programa internacional de desenvolvimento de soluções digitais para o canal Horeca. As startups têm até ao próximo dia 18 de junho para se candidatarem.

Dez empresas terão a oportunidade de participar no “Metro Accelerator by Techstars”, que arranca a 11 de setembro em Berlim, Alemanha. Durante três meses, as participantes irão trabalhar junto de mais de 100 mentores internacionais do setor hoteleiro, além de receberem um investimento até 120 mil euros cada e de terem acesso a networks de especialistas do grupo alemão e da Techstars, empresa norte-americana de apoio ao lançamento e desenvolvimento de novos negócios com a qual foi criado este programa.

“A terceira edição do Accelerator vai dar um push em todos os domínios – encontramo-nos agora em posição de explorar completamente as capacidades ao nível das vendas para produtos digitais que o grupo construiu. Este fator dá às jovens companhias acesso ao mercado e, por isso mesmo, uma vantagem competitiva”, declara em comunicado Olaf Koch, charmain do grupo que esta ano lança também o Retail Program para “acelerar” negócios dedicados ao retalho. Este tem início já no dia 12 de junho.

O programa que procura aplicar tecnologia aos setores de restauração e hotelaria registou na primeira edição, que aconteceu entre 2015 e 2016, uma taxa de sucesso de 90%. As dez startups participantes conseguiram um investimento “superior a 52 milhões de euros” e encontram-se ainda ativas no mercado. Dos participantes no primeiro programa, o grupo destaca a Flowtify, empresa que criou uma ferramenta para a gestão da qualidade no que se refere à higiene – utilização de papel – na indústria hoteleira e de restauração. Esta atraiu há poucos meses um investimento de 600 mil na compra de 15% do seu negócio, por parte da empresa de “high tech” Gründerfonds (HTGF), refere a Metro.

Um dos casos bem sucedidos na segunda edição do programa Accelerator chama-se Frag Paul, um assistente digital para operadores de restaurantes que tem colaborado com a empresa de distribuição grossista na Alemanha.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *