Data Center Destaque Destaque Homepage Homepage Newsletter

Análise ComScore: Balanço do retalho digital em Portugal em 2016

Por a 16 de Fevereiro de 2017 as 16:05
Comstore

Por Camilla Fonseca, Sales Director da comScore

Com o final do ano, inicia-se a retrospetiva de 2017 e tem início o planeamento. O momento é crítico para decisões e, para ajudar o mercado a fazer uma avaliação, trazemos aqui um conjunto de informações sobre a performance do retalho digital no ano passado.

A categoria de retalho foi uma das mais visitadas pelos portugueses no ano passado. Alcançou em dezembro de 2016 o total de 3.572 mil visitantes únicos, segundo o último ranking da comScore (MMX, dezembro, 2016, 15+, Desktops). Atingiu assim uma penetração na população digital portuguesa de 65,3% a considerar este mesmo universo. Posiciona-se ainda atrás de outras categorias como Redes Sociais (social networking), Entretenimento (entertainment) e Portais (portals), que são os conteúdos que os portugueses mais preferem.

Camila Fonseca, ComScore Portugal

Camila Fonseca, ComScore Portugal

Toda a categoria do retalho português na internet é formada por 152 domínios, também segundo dados do último mês do ano. Destes, 52 possuem a terminação “.PT”, sem contar as demais propriedades portuguesas com a terminação “.COM” ou “.NET”, por exemplo.

O ano de 2016 encerracom a liderança do FNAC.PT em visitantes únicos, mais precisamente 580.888 no total, ALIEXPRESS.COM em segundo lugar com 458.560 visitantes únicos e GEARBEST.COM com o total de424.618. No que se refere a páginas vistas, o líder em dezembro é o SHOWROOMPRIVE.PT, 7,88 milhões de páginas vistas, seguido por FNAC.PT (6,555 milhões) e ALIEXPRESS (6,457 milhões).

No que se refere à média de minutos por visita, o grande campeão foi LENOVO.COM, que atingiu uns expressivos 20 minutos por visita em média. Em segundo lugar está a AVON.COM.PT, com 14,5 minutos em média e em terceiro lugar está a YVESROCHER.PT, com 13,7 minutos. De facto, a audiência em desktop não obteve aumentos fora do comum, mas nota-se que as audiências estão a crescer no consumo de páginas e no tempo que gastam ao escolher os seus produtos.

Evolução de Audiência

Toda a categoria de retalho se manteve entre os três e quatro milhões de visitantes únicos no ano de 2016, intervalo este sem grandes modificações no que se refere aos últimos três anos. As subcategorias do retalho com mais visitantes únicos foram Livros (Retail – Books) e Equipamentos Eletrónicos (Retail – ConsumerEletronics). Em páginas vistas a categoria retalhista costuma ultrapassar os 200 milhões de páginas, geralmente na altura do final e começo de ano. Em novembro deste ano a categoria alcançou o patamar de 232 milhões de páginas vistas, acontecimento inédito nos últimos três anos. É um facto que algumas categorias já estiveram próximas de um milhão e meio de visitantes únicos em 2015, o que prova que o desktop pode ter sido substituído por outros dispositivos. Mas destes visitantes únicos que estamos a considerar, vemos em 2016 altos índices de consumo de páginas vistas na categoria de vestuário (Retail – Apparel). Esta permanece como de costume entre os 20 e 40 milhões de páginas vistas nos últimos três anos, seguida pela categoria de Equipamentos Eletrónicos, que teve um desempenho bastante positivo se comparado aos últimos dois anos anteriores. Os meses de janeiro, março e junho de 2016 se destacaram pelo alto consumo de páginas.

Black Friday versus Natal

O mês de novembro pode ser colocado em destaque pois foi quando aconteceu a maior audiência nos dispositivos desktop. O ELCORTEINGLES.PT alcançou mais visitantes únicos entre os meses de novembro e dezembro em 2016.A categoria como um todo bateu recordes neste último mês emvisitantes únicos e em páginas vistas para os dispositivos smartphone. O desempenho para os tablets não esteve à mesma altura, mas mantém-se na média. Ainda com o exemplo do ELCORTEINGLES.PT, novembro foi um mês de referência, segundo o último ranking para dispositivos móveis (MoMX, dezembro, 2016, 18+). A marca conquistou 196 mil visitantes únicos neste universo em específico.

Este, assim como outros 58 retalhistas, tiveram no mês de novembro audiência superior ao mês de dezembro. Este pode ser um sinal de que os portugueses estão a planear as suas compras de Natal. É possível que as ofertas da Black Friday tenham chamado a atenção para os descontos e as prendas tenham sido antecipadas.

Destaques do Ano

E para provar que 2016 foi um ano produtivo, destacamos abaixo algumas propriedades que atingiram suas melhores marcas nos últimos três anos:

tabela1_comscore

Tabela2_comscore

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *