Data Center Homepage Newsletter

Como serão os telemóveis no futuro?

Por a 11 de Janeiro de 2017 as 15:36
telemovel

A inteligência artificial patente nos smartphones mais evoluídos à venda já hoje representa uma grande evolução da tecnologia e um passo de gigante para alcançar a próxima fase das tecnologias móveis: o smartphone inteligente. “Um smartphone todo-poderoso que conseguirá antecipar as nossas necessidades, com funcionalidades que combinarão na perfeição com a maneira como pensamos e sentimos”, sublinhou Richard Yu, CEO da Huawei Consumer Business Group, por ocasião do CES 2017, que teve lugar recentemente em Las Vegas.

A marca que nos últimos 10 anos investiu 38 mil milhões de dólares em investigação e desenvolvimento prepara-se “para liderar a próxima era de inovação que inspira e facilita a conexão dos consumidores com o seu meio ambiente”.

A Huawei trabalha para criar experiências transformadoras que acabarão por dar lugar ao smartphone inteligente, acredita Richard Yu. “Este novo dispositivo deverá juntar a capacidade humana de interação e compreensão do mundo à sua volta. Por exemplo, deverá necessitar de uma visão computorizada avançada para ver e entender o que o rodeia, microfones inteligentes de modo a permitir-lhe ouvir e identificar diferentes sons, assim como uma bateria mais potente para que possa processar toda essa informação”.

De modo a acelerar o desenvolvimento deste equipamento Inteligente, a empresa chinesa está a trabalhar em tecnologias de sensores, machine learning, gestão de informação e processadores. “Com todas estas inovações, o smartphone inteligente conseguirá juntar a inteligência humana com a artificial de modo a melhorar as nossas vidas”.

Se atualmente as pessoas ligam-se ao mundo digital através dos smartphones, no futuro o telefone inteligente “será uma extensão de quem somos, uma parte indispensável da nossa vida que utiliza inteligência artificial para se adaptar às nossas necessidades, permitindo-nos interagir automaticamente com o mundo real e o mundo digital”.

 

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*