Homepage Logística Newsletter

Rangel especializa-se em vinho. Nova área de negócio deverá representar vendas de €2,5 milhões até 2018

Por a 15 de Junho de 2016 as 18:05
Rangel

RangelA Rangel apresentou uma nova unidade de negócio, designada ‘Wine’, para o transporte de vinho. A transportadora estima que em 2018 esta nova aposta represente €2,5 milhões em vendas.

Em resposta às necessidades específicas deste setor, a Rangel opera no Montijo um entreposto fiscal “que permite a detenção do produto em regime de suspensão de imposto, devidamente autorizada e sob controlo da estância aduaneira competente, apoiando assim os produtores/cooperativas que necessitem de armazenar o produto nestas condições”, explica o operador logístico em comunicado.

“Com a nova operação, pretendemos ser uma referência para o transporte de vinho para os produtores nacionais e internacionais, nomeadamente de e para países onde estamos presentes diretamente, como Brasil, Angola, Moçambique e Cabo Verde, mas também àqueles com quem temos relações preferenciais”, frisa Nuno Rangel, CEO e vice-presidente da Rangel.

A proposta combina os serviços de armazém para vinhos tranquilos, espumantes e espumosos, com as respetivas formalidades fiscais junto da estância aduaneira competente, além do transporte internacional. A infraestrutura logística  apresenta condições de temperatura e de humidade adequadas para o estágio do produto e com capacidade para 20 mil paletes.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *