FMCG Homepage Marcas Newsletter Produção

Cerealto investe em Portugal para alcançar novos mercados

Por a 28 de Abril de 2016 as 14:08
cereais

cereaisA Cerealto, multinacional da indústria alimentar, com centros de produção em seis países, incluindo duas unidades em Portugal, alcançou em 2015 um volume de negócio de 82 milhões de euros, o que representa um acréscimo de 18% face a 2014.

Este ano, a produtora de alimentos à base de cereais prevê investir 68 milhões de euros, com foco em Portugal, Reino Unido e Estados Unidos, explica em comunicado. O investimento vai permitir a criação de “250 novos postos de trabalho”, assim como a “melhoria das fábricas e o reforço das equipas nos mercados estratégicos”.

Portugal é um “mercado estratégico” para a produtora, sendo uma “plataforma de exportação para países africanos de língua portuguesa”, nomeadamente, “Angola, Moçambique, Guiné Bissau ou Cabo Verde”. No mercado português, a empresa gerou um “valor económico distribuído de 8 413 milhões de euros e um crescimento de 44% em volume e valor”, em relação a 2014. Durante o ano passado, lançou “53 novas referências para Portugal e uma nova linha de alimentação infantil nas cadeias da grande distribuição”.

A produtora de bolachas, cereais, alimentos para bebés, confeitaria, massas, pão, produtos sem glúten e snacks detém neste momento duas fábricas no País, depois de concluir em março de 2016 o processo de compra da unidade de Mem Martins, em Sintra, à Mondelez. O acordo garantiu a manutenção dos “92 postos de trabalho da fábrica”.

“A aquisição da fábrica de Mem Martins representa um marco importante, dado que possui um centro de operações com uma equipa altamente qualificada e tecnologia de ponta de uma das principais empresas de alimentação a nível mundial”, diz Luis Ángel López o CEO (chief executive officer) da Cerealto.

A nova fábrica vem juntar-se à unidade de produção em Benavente – a Nutriceal Foods, detida pela produtora desde 2013, após aquisição à Danone. No ano transato, nesta unidade de produção foram desenvolvidos “produtos de alimentação infantil para uma marca de distribuidor em África do Sul e para uma nova gama de cereais infantis destinada ao mercado russo”. A unidade portuguesa conseguiu ainda criar uma parceria que diz respeito ao “desenvolvimento de cereais infantis no Médio Oriente e Norte de África”, em 2015.

Este ano, a multinacional pretende “abrir novos mercados de destino para a alimentação infantil”, a partir de Portugal, sobretudo na “Ásia, África e América Latina”, além de “ampliar as linhas disponíveis” no mercado nacional.

Os produtos da Cerealto estão presentes em mais de 40 países. A produtora apresenta, a nível global, uma taxa de incorporação de fornecedores locais de “70%”. Além de Portugal, a multinacional detém centros de operação em Espanha, Itália, Reino Unido, México e Estados Unidos, tendo aumentado no último ano o volume de produção para as 62 000 toneladas e criado mais de 350 novos postos de trabalho.

“O ano de 2015 foi extremamente positivo para a Cerealto, tendo alcançado objetivos importantes como a compra de uma fábrica de bolachas no México e a construção de, um investimento de 3,2 milhões de euros em I&D e o lançamento de mais de 100 novas referências no mercado”, explica o CEO.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *