Data Center Estudos&Estatísticas Homepage Newsletter

Há um milhão de ocasiões de consumo alimentar fora de casa

Por a 15 de Abril de 2016 as 12:19
bica

bicaAnálise da Kantar Worldpanel

Quase 100% dos portugueses tem algum tipo de consumo alimentar fora da casa, segundo um novo estudo da Kantar Worldpanel que cobre o consumo alimentar feito fora de casa. Em média, fazemos cerca de cinco ocasiões de consumo, por mês, fora de casa.  O que resulta em cerca de um milhão de ocasiões de consumo alimentar fora de casa, por dia, aproximadamente.

Uma das conclusões mais curiosas prende-se com as diferenças entre a região Norte do País e a região da Grande Lisboa, por exemplo. O consumo na zona metropolitana da capital é bastante mais individual, ou acompanhado por colegas de trabalho, enquanto no Norte o consumo ocorre mais frequente na companhia de familiares e amigos. Este novo painel, valida que as dez categorias alimentares mais consumidas fora de casa são as seguintes, ao nível do indicador de “penetração” (%): Café, Água, Gelado, Refrigerante, Sumos e Néctares, Cerveja, Pastelaria Embalada, Snacks e Aperitivos e Chá.

Uma parte maioritária da população portuguesa, estudada neste painel, não dispensa a sua “bica” mas também consome de forma bastante comum, água, refrigerantes e gelados, fora de casa. Talvez mais surpreendente seja verificar que os portugueses estão a aderir a novas categorias que surgem no canal Horeca. Cerca de 6,5% beberam sidra no segundo semestre de 2015. A sangria tem também uma aceitação muito relevante, com 8,6% de penetração, neste universo. Adicionalmente, é também digno de assinalar que as outras bebidas alcoólicas (excluindo cerveja, vinho, sangria e sidra) tenham sido consumidas por 13% da população, no mercado OOH (consumo fora de casa).

O exemplo dos chocolates fora de casa

Os chocolates, incluindo os ovos de chocolate, foram consumidos por 10,5% da população em estudo, em consumo “fora de casa”, no segundo semestre de 2015. Esperamos um incremento deste valor, no primeiro semestre de 2016, sabendo-se que a Páscoa é muito favorável a este produto.

A maioria das ocasiões de consumo escolhidas pelos portugueses para comer chocolates fora do lar, é feita no período do “lanche da tarde” ou “antes de jantar”. Estes dois momentos pesam 57% nas ocasiões de consumo. O “meio da manhã” e o “pós jantar” são momentos que reúnem apenas 24% dos atos de compra.

Em termos de perfil do consumidor de “chocolate fora de casa”, este estudo mostra que não são apenas os mais novos que o consomem. Na verdade, a faixa etária dos 35 a 49 anos é dos grupos com maior consumo fora de casa, representando mais de 35% das ocasiões. Segue-se o grupo dos 18 aos 24 anos, com pouco mais de 37% das ocasiões de consumo.

Na perspetiva dos “canais de compra” para os chocolates em consumo fora de casa, as máquinas de venda ‘self-service’ assumem um papel importante, já que três em cada dez compram por esta via. Por outro lado, a Grande Distribuição é também um canal importante para este tipo de consumo, obtendo uma penetração de 26,2%. Mas, naturalmente, o canal Horeca é aquele que assume maior preponderância na categoria de chocolates e ovos de chocolate (inclui bares, cafés, fastfood e ainda cantinas e refeitórios) no consumo feito fora do lar.

O novo painel da Kantar Worldpanel estuda o consumo alimentar feito fora de casa, para 12 categorias de alimentos e de bebidas e vem colmatar uma lacuna até agora existente no nosso mercado. Apresenta uma inovação, que é utilizar os “smartphones” para a recolha da informação. Este fator permite, assim, obter uma visão mais realista e completa dos nossos hábitos de consumo no “out-of-home”.

 

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *