FMCG Homepage Marcas Newsletter Produção

IKEA promove gestão de recursos entre produtores de algodão em Índia e Paquistão

Por a 26 de Janeiro de 2016 as 11:31
algodao.JPG

algodao.JPGDesde dia 1 de setembro de 2015, todo o algodão utilizado nos produtos do grupo IKEA, confecionados na Índia e Paquistão, provem de fontes sustentáveis.

Através de formações sobre “boas práticas de cultivo e gestão de recursos” na plantação do algodão, a multinacional tem vindo a ajudar os produtores da Índia e Paquistão a utilizarem “menos água, menos fertilizantes químicos e pesticidas, melhorando as suas margens de lucro e rendimentos”, explica em comunicado a marca de mobiliário e decoração.

A iniciativa resulta de um projeto criado há “cerca de dez anos” entre a empresa sueca e a WWF, organização global para a preservação do ambiente, além de outros parceiros, que se comprometeram com o programa Better Cotton Iniciative (BCI), cujo objetivo passa por reduzir o impacto ambiental associado à indústria do algodão e permitir aos produtores melhores condições de trabalho.

“Para produzir um quilo de algodão convencional são precisos cerca de 20 mil litros de água. Por isso, na atual fase da parceria com a WWF, estamos a realizar projetos‑piloto em locais que enfrentam escassez de água, como Índia e Paquistão, para desenvolver e implementar técnicas eficazes de gestão deste recurso, que podem também vir a ser utilizadas por um grande número de produtores”, explica Cláudia Domingues, diretora de comunicação e sustentabilidade da IKEA Portugal.

Seguindo a estratégia de sustentabilidade “Pessoas Positivas, Planeta Positivo”, o grupo já ajudou 110 mil produtores, desde 2005, a diminuírem o uso de pesticidas químicos em quase 50%, de fertilizantes em 26,5% e a utilização de água em cerca de 10%, assim como a aumentarem as margens de lucro em mais de 50% e rendimentos em 14%.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *