FMCG Homepage Marcas Newsletter

Governo quer nova taxa em alimentos nocivos

Por a 16 de Abril de 2014 as 16:34
refrigerantes

O Governo quer uma nova taxa em produtos considerados nocivos para a saúde, como o sal e os refrigerantes, entre outros, segundo o jornal i.

A ministra de Estado e das Finanças, Maria Luís Albuquerque, afirmou na terça-feira, na conferência de imprensa após a reunião extraordinária do Conselho de Ministros, que há “necessidade de continuar a diminuir as dívidas acumuladas no sector da saúde”, acrescentando que “poderão ser equacionados contributos adicionais do lado da receita, designadamente na indústria farmacêutica, ou de tributação sobre produtos que têm efeitos nocivos para a saúde”.

O presidente da CIP já veio a terreiro defender “algum cuidado na taxação ou no lançamento de novos impostos”, acrescentando que que os responsáveis da indústria sempre disseram que “os ganhos têm de ser obtidos através da redução de gastos e não pela arrecadação de impostos”.

Admitindo que o consumo excessivo de certos produtos pode ser nocivo para a saúde, o líder da CIP lembrou que existem programas de aconselhamento e outras medidas para evitar que as pessoas cometam excessos.

António Saraiva lembrou ainda a necessidade de “acautelar” os postos de trabalho dos que trabalham naqueles sectores de actividade e a arrecadação de receitas que já representam, considerando “excessiva” a intenção de voltar a aumentar o imposto do tabaco.

Com Lusa

 

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *