Destaque Distribuição Homepage Newsletter

Novas regras para canais de venda digitais

Por a 6 de Março de 2014 as 15:37
online

“A venda de bens alimentares e não-alimentares nos canais web e mobile é cada vez mais expressiva nas receitas totais e nas estratégias de negócio das marcas. Porém, para se manterem nesses canais, as marcas vão ter que replicar online as informações que constam nos rótulos dos seus produtos físicos”, sublinha João de Castro Guimarães, Director-Executivo da GS1 Portugal.

A 13 Dezembro de 2014, entra em vigor o Regulamento 1169/11/UE. A partir dessa data, as marcas que não cumprirem os requisitos da norma têm que sair dos canais de venda digitais.

Para dar resposta aos novos desafios, a GS1 Portugal apresenta a Plataforma Sync PT, “uma solução de sincronização de dados comerciais em tempo real que permite a consolidação de dados normalizados das marcas nas plataformas de venda online e mobile. Além de garantir experiências de consumo seguras e fiáveis do prado ao prato, a ferramenta responde de forma cabal a esta norma europeia”.

“Redução de 25 a 55% nas questões relacionadas com a compatibilização de informação, optimização da gestão de encomendas e de artigos até 8%, redução dos erros relativos à facturação até 8%, optimização dos custos de transporte até 8% e redução entre 2 e 6 semanas na introdução de um produto no mercado (time-to-shelf)”. São estes alguns dos benefícios da Plataforma, garante a GS1, um repositório de dados normalizados de produto (com um único ponto de entrada para dados-mestre), sincronizados entre produtores e retalhistas e disponibilizados aos consumidores em tempo real.

O Regulamento 1169/2011 estabelece procedimentos em matéria de segurança dos produtos de consumo alimentares adquiridos ou consultados nas plataformas digitais, abrangendo todos os operadores e retalhistas que disponham de portais de compra e venda online.

“O espírito do diploma visa salvaguardar os direitos do consumidor, para que este, sempre que pretenda realizar uma compra, digitalmente ou numa superfície comercial física, esteja na posse de toda a informação relevante e fiável sobre o artigo consumido – valores nutricionais, ingredientes ou instruções de utilização”.

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *