Primark: “Queremos abrir muitas lojas em Portugal”

31 de Agosto de 2012 por Hipersuper

Entrevista a José Luís Martinez de Larramendi, Director da Primark para a Península Ibérica

A Primark inaugurou esta semana a sexta loja em Portugal, concretamente em Coimbra. Qual o investimento feito na nova loja?

Não podemos revelar os valores de investimento, mas foi um grande investimento.

 Porque decidiram abrir em Coimbra?

Coimbra tem todas as condições para ser uma óptima localização para a Primark, uma cidade muito dinâmica, com muitos jovens e estudantes que sabem apreciar moda. Exemplo disso é termos aberto antes das aulas começarem e a inauguração ter sido um autêntico sucesso.

Qual a área de influência do ponto de venda?

A cidade de Coimbra, concelhos limítrofes, mas também outras cidades como Viseu ou Leiria, onde também encontramos muitos amantes da Primark.

Mais uma vez, a Primark abriu num shopping. O comércio de rua está fora de questão?

Não, iremos continuar a abrir lojas onde considerarmos ser uma boa localização para as nossas características.

A localização dentro do shopping é priveligiada?

Sim, é uma loja grande, com excelentes condições, fica perto de um hipermercado e de uma entrada exterior e de um parque de estacionamento.

O design da loja foi melhorado. Em que consiste o novo conceito? Já foi testado?

Sim, temos vindo a desenvolver o novo conceito desde os últimos anos, com sucesso. Foi melhorado ao nível da experiência de loja que agora tem maior luminosidade, corredores largos com bastante espaço, painéis vídeo onde podemos apresentar os vídeos e imagens das últimas colecções, o que nos permite proporcionar um espaço mais dinâmico e agradável aos consumidores.

A estratégia de preço da marca é beneficiada na actual conjuntura económica?

O modelo de negócio da Primark funciona bem em circunstâncias de crise e sempre. A nossa fórmula baseia-se em preços ultra-competitivos, na produção de artigos tendência de qualidade, nas excelentes localizações das lojas, na disposição de loja eficiente e no enfoque rigoroso no mercado-alvo, tal como fizemos em Coimbra.

Quantos visitantes recebe em média as lojas Primark em Portugal? Qual o gasto médio?

Essas são informações que não podemos revelar.

Quem é o público-alvo da marca?

Na Primark temos artigos para toda a família. Focamo-nos particularmente nos jovens até aos 35 anos que apreciam moda e estão atentos às últimas tendências.

A Primark está presente em Portugal há 3 anos. Que balanço faz da evolução da marca no nosso país?

Temos tido um crescimento sustentado e estamos muito satisfeitos com a nossa presença e evolução, por isso tencionamos continuar a investir no mercado português.

Qual é o plano de expansão da cadeia? Tencionam abrir mais lojas?

Sim, pretendemos continuar a investir em Portugal, mas ainda não sabemos em que localizações. A área comercial e as localizações são analisados de acordo com cada caso específico, sempre de acordo com os nossos critérios de marca.

Quantas lojas querem ter em Portugal?

Muitas.

Qual a facturação no ano passado?

Só apresentamos resultados consolidados. No exercício de 10/11, a Primark continuou a crescer, com um crescimento da receita na ordem dos 13%, para £3.043. O crescimento das vendas comparáveis foi de 3%, impulsionado por um forte desempenho na Europa Continental.

Qual a evolução estimada para este ano?

Estimamos continuar a ter uma boa performance, de acordo com as circunstâncias do mercado.

 

     

Deixar uma resposta