Análise Data Center Distribuição Homepage Newsletter

Análise Kantar: Aerosol/vaporizador pulveriza a crise

Por a 2 de Agosto de 2012 as 13:54
DOVE

As categorias de “gel de banho” e “desodorizantes” tiveram ambas desempenhos positivos no primeiro semestre de 2012, de acordo com o painel de lares da Kantar Worldpanel.

 

Se “gel de banho” cresceu 8.2% em valor, devido em grande medida ao aumento do preço em 6%, e em volume 2%, devido ao aumento da quantidade comprada por acto em 5.1%, já “desodorizantes” cresceu 1.7% em valor, mas 5.5% em volume. Apesar de “desodorizantes” ter perdido compradores, o facto de lares procurarem preços mais baixos (preço médio comprado diminuiu 3.2%), poderá ter estimulado a sua compra. Com efeito, a frequência de compra desta categoria aumentou 6.3% e a quantidade comprada por acto também aumentou em 7.7%.

Em termos de quotas de mercado dos segmentos de “gel de banho”, o segmento “familiar” continua a dominar tanto em valor como em volume, representando no primeiro semestre deste ano 70.1% e 82.9%, respectivamente. A sua evolução em termos de valor foi de 7.5%, mas em volume apresentou-se estável, com uma pequena evolução de 0.5%.

O segundo segmento mais importante, mas a grande distância é o “feminino”, com um peso em valor de 18.6% e em volume de 11.2%. Contudo, o desempenho deste segmento tanto em valor como em volume foi bastante positivo, com uma evolução em valor de 14.5% e em volume de 11.4%. Aliás, este foi o segmento que mais contribuiu, em 62%, para o crescimento em volume de “gel de banho”. “Infantil” e “masculino” têm quotas de mercado em valor e em volume inferiores a 10%. (Ver gráfico Nº1)

Gráfico I

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Também no que diz respeito a Marcas de Fabricantes (MDF) e Marcas da Distribuição (MDD), as coisas mantém-se mais ou menos como no primeiro semestre de 2011, ou seja, as Marcas de Fabricantes dominam em valor e em volume, com 79.8% e 57.2%, respectivamente. (Ver gráfico Nº2)

Gráfico II

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Em termos de “desodorizantes”, “roll on” destaca-se dos restantes com um peso de 58.7%, enquanto “aerosol/vaporizador” é o segundo segmento mais importante, com um peso 36.4%. No entanto, em volume, os dois segmentos referidos anteriormente trocam de posição, com “aerosol/vaporizador” a atingir os 62.2% e “roll on” a conseguir 35.5%. A evolução das quotas de mercado tanto em valor como em volume destes dois segmentos nos últimos anos demonstram que há claramente uma tendência de crescimento de “aerosol” em detrimento de “roll on”. No primeiro semestre de 2009 “aerosol/vaporizador”atingia em valor 29.3%, em 2010 31.7% e em 2011 33.9% e em volume 51.2% em 2009, 55% em 2010 e 57.6% em 2011. Já os números de roll on demonstram um decrescimento: em valor, 62%, 61% e 59.7%, correspondentes aos primeiros semestres de 2009, 2010 e 2011, respectivamente. Em volume, 44.1% (2009), 41.4% (2010) e 39.3% (2011). (Ver gráfico Nº3)

Gráfico III

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Esta evolução pode estar relacionada com o facto de o preço médio de “roll on” ser quase três vezes mais que “aerosol/vaporizador”.

Analisando ainda desodorizantes, mas tendo em conta os destinatários, verifica-se que os segmentos “masculino” e “feminino” têm vindo a crescer, em detrimento do segmento “unisexo”. Vejamos, por exemplo, o segmento “masculino, que tem mais peso para a categoria, que no primeiro semestre de 2009 tinha em valor 35.3%, em 2010 já atingia os 43.7%, em 2011 passou para 46% e, por fim, no primeiro semestre de 2012 conseguiu alcançar quase metade da categoria em valor – 47.1%. Em volume, o crescimento é muito idêntico: em 2009, 39.6%, em 2010 50.7%, em 2011 50.8% e no primeiro semestre de 2012 53.1%. (Ver gráfico Nº4)

Gráfico IV

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

É interessante verificar que o segmento de “aerosol/vaporizador” é o motor de desenvolvimento da categoria, ou seja, além de ser aquele que mais contribui para o desempenho positivo de “desodorizantes”, é também através do qual o segmento “masculino” mais se desenvolve.

As MDD têm tido pouca margem de progressão nesta categoria e no primeiro semestre de 2012 atingiram os 6.6% em valor (mais 0.2 pp que em 2011) e 15% em volume (menos 0.1pp que em 2011). (Ver gráfico Nº5)

Gráfico V

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Análise Kantar Worldpanel

Período: 1º semestre de 2012

Gel de banho: Infantil, masculino, feminino e familiar/unisexo

Desodorizantes: Aerosol/vaporizador, creme, roll-on e stick.

Desodorizantes: Masculino, feminino e unisexo

 

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *