Carrefour multado por publicidade enganosa

12 de Março de 2012 por Victor Jorge

Os tribunais franceses condenaram o maior retalhista do país e líder europeu ao pagamento de uma multa no valor de 20 milhões de euros, acusando o Carrefour de publicidade enganosa, vendas abaixo de preço de custo e comissões recebidos pelos fornecedores.

O Tribunal de Paris, num parecer divulgado pela edição online da revista de distribuição LSA, confirmou, em Fevereiro, a sentença de Junho de 2007 pelo Tribunal Correccional de Evry, tendo considerado, igualmente, o prejuízo causado aos fornecedores da empresa.

Na primeira sentença, o Tribunal de Evry multou o grupo em dois milhões de euros para fazer publicidade a produtos que não estavam em quantidades suficientes nas respectivas lojas, tendo em vista a campanha que fez.

Com o novo parecer, o Carrefour é obrigado a pagar essa quantia, e devolver os 18,3 milhões de euros ao Tesouro Público, que serão devolvidos aos fornecedores, principalmente às pequenas e médias empresas.

O Carrefour é acusado, de acordo com esta informação, de ter recebido pagamentos de serviços de cooperação comercial fictícia, mediante os quais oferecia preços reduzidos em troca de benefícios como uma boa localização para os produtos nas lojas ou catálogos.

O Tribunal de Recurso considerou que tendo em conta o peso do grupo, as 16 empresas afectadas não poderiam compensar esses valores nas suas taxas, de modo que foram as suas próprias margens que foram reduzidas.

 

     
  • Notícias relacionadas

    No related posts.

Deixar uma resposta