Sumol+Compal investe em Moçambique

24 de Fevereiro de 2012 por Victor Jorge

A Sumol+Compal assinou um contrato de promessa de compra de uma instalação industrial nos arredores de Maputo e diversos equipamentos com o objectivo de produzir localmente produtos das marcas da companhia liderada por Duarte Lopes Pinto.

Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a Sumol+Compal informa que para o efeito foi constituída a Sumol+Compal Moçambique, S.A., sociedade de direito moçambicano, já registada na Direcção Nacional dos Registos e Notariado do Ministério da Justiça da República de Moçambique, na qual o grupo empresarial deterá, na fase de arranque, uma participação de 90%.

Segundo indica a empresa no comunicado, o objectivo passa por “garantir a produção e comercialização de produtos das nossas marcas no mercado de Moçambique e em 12 dos restantes 13 países que também fazem parte da SADC – Southern African Development Community (em português, Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral), já que Angola, que integra a SADC, não fica abrangida neste projecto”.

O investimento, no primeiro ano de actividade, está calculado em 8 milhões de euros, sendo que a execução do contrato está prevista para a primeira metade do próximo mês de Março.

“A evolução das vendas para os mercados internacionais teve, entre 2009 e 2011, um progressão muito positiva, com um crescimento anual de mais de 22%”, salientando a Sumol+Compal que as vendas para os mercados internacionais atingiram “80 milhões de euros, o que representa um acréscimo de 30% sobre os 61,6 milhões de euros registados em 2010”, lê-se no documento enviado à CMVM.

A Sumol+Compal termina, referindo que “este projecto de raiz constitui um passo importante no processo de internacionalização, ponto crucial da estratégia da companhia para os próximos anos, e insere-se no programa mais alargado de identificação de parcerias estratégicas que possam contribuir para a consolidação do negócio em Portugal e para o crescimento nos mercados internacionais”.

 

     
  • Notícias relacionadas

    No related posts.