Danone aumenta vendas no trimestre

19 de Outubro de 2011 por Victor Jorge

A Danone terminou o terceiro trimestre 2011 com uma subida nas vendas de 10,5% face a igual período de 2010, totalizando 4,805 mil milhões de euros contra os 4,347 mil milhões de euros obtidos há um ano. Em comunicado de imprensa, a multinacional francesa informa que, excluindo o impacto da variação cambial, as vendas like-for-like (LFL) subiram 5,9% no trimestre.

Este crescimento orgânico de 5,9% reflecte aumentos tanto em volume (+1,5%) como em valor (+4,4%), explicando a companhia que os efeitos do câmbio reflectiram movimentos desfavoráveis que começaram no segundo trimestre para moedas como dólar, peso argentino e o rublo. A alteração na esfera da consolidação aconteceu basicamente devido à integração da russa Unimilk.

“Confirmamos os objectivos traçados para 2011”, refere Franck Riboud, chairman da Danone, adiantando ainda que a companhia está ”em boa forma, com as operações na Ásia, América Latina e África/Oriente Médio a manterem um crescimento robusto. Na Rússia e nos EUA estamos trabalhar para fortalecer a nossa posição de liderança e a nossa performance na Europa Ocidental permanece boa”.

Admitindo estar “confiante que em 2011 possamos obter crescimentos fortes, condizentes com os objectivos traçados, apesar do aumento nos preços das commodities no início do ano”, Riboud também diz-se “confiante para 2012”.

Quanto aos resultados trimestrais da companhia por negócio, os lácteos continuam a estrela da companhia, tendo registado um crescimento de 13,8% (+3,5% like-for-like), totalizando 2,785 mil milhões de euros, seguidos da nutrição infantil que aumentou facturação em 7,2% (+10,5% like-for-like) para 906 milhões d euros, ultrapassando, assim, pela primeira vez as águas que subiram 3,7% (+7,9% like-for-like) para 816 milhões de euros. Por fim, a nutrição médica cresceu 10,7% (+9,8% like-for-like) para 298 milhões de euros.

Já no acumulado do ano, a Danone registou um crescimento das vendas em 14,3% (+7,7% like-for-like) face a igual período de 2010, totalizando 14,532 mil milhões de euros contra os 12,711 mil milhões de há um ano.

Também aqui, nada de novo, com os produtos lácteos a liderar a facturação (crescimentos de 17,4% para 8,457 mil milhões de euros), seguidos da nutrição infantil (evolução de 9% para 2,723 mil milhões de euros). Águas (+11,1% para 2,483 mil milhões de euros) e nutrição médica (+12% para 869 milhões de euros) fecham o quadro de negócios da companhia.

Por regiões, o ascendente europeu é claro – e natural -, embora a Ásia registe evoluções superiores. Assim, se no terceiro trimestre as subidas na Europa foram de 12,5% (0,1% LFL), para a Ásia situaram-se nos 16,2% (19,6% LFL). No acumulado do ano, a realidade não se alterou com a Europa a crescer 16,2% (2,6% LFL) e a Ásia a subir 18,7% (19,5% LFL).

Para a globalidade do exercício de 2011, a Danone espera terminar o ano com um crescimento entre os 6 e 8% nas vendas numa base like-for-like e um aumento no free cash flow de dois mil milhões de euros já traçados para 2012.

 

     
  • Notícias relacionadas

    No related posts.