Distribuição

Carrefour prevê quebra de 35% no mercado doméstico

Por a 20 de Junho de 2011 as 17:12
carrefour_carrinho

O Carrefour, segundo maior retalhista mundial e líder europeu, admitiu recentemente que o lucro operacional do primeiro semestre no mercado doméstico (França) deverá registar uma quebra de 35%, tendo levantado, por isso, alertas quanto às perspectivas para os resultados anuais, levando as acções da companhia a cair 6%, para o mínimo dos últimos dois anos.

Muito analistas e investidores argumentam que o Carrefour é muito influenciado pelo seu principal accionista, a Blue Capital, controlada pelo multi-milionário Bernard Arnault e pela norte-americana Colony Capital.

Segundo avançam os analistas na imprensa internacional de hoje [Segunda-feira], o CEO do Carrefour, Lars Olofsson, deverá ser pressionado na reunião, programada para amanhã [21 de Junho], para garantir aos investidores que conseguirá realizar o plano de recuperação da companhia.

Já o director de Relações com Investidores do Carrefour, Patrice Lambert, disse à Reuters que a companhia mantém sua meta de aumentar o lucro operacional no final do ano.

Além deste contratempo, o responsável máximo do Carrefour terá outros temas “quentes” em cima da mesa, nomeadamente, as negociações para unir as operações da companhia no Brasil às do Grupo Pão de Açúcar, bem como a aprovação para dispersar o capital do Dia, terceira maior cadeia de discount do mundo, na Bolsa.

 

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *