Destaque FMCG Marcas

Amanhã no Hipersuper: Entrevista a Luís Vasconcellos e Souza, presidente da ANPROMIS

Por a 29 de Março de 2011 as 22:00
hiper_282

Amanhã é dia de mais uma edição do Jornal Hipersuper. Nesta edição, destaque para a entrevista a Luís Vasconcellos e Souza, presidente da Associação Nacional dos Produtos de Milho e Sorgo (ANPROMIS), que se mostrou pouco optimista em relação ao actual estado do mercado de cereais em Portugal.

Admitindo que os preços das matérias-primas continuarão a subir até meio do ano, Vasconcellos e Souza concluiu que, “se antes os preços eram feitos do lado da oferta, actualmente é a procura que dita as regras”.

No “Retalho”, o Scantrend da Nielsen dá conta da estagnação dos Bens de Grande Consumo (BGC) na quadrisemana 5/8 de 2011, mantendo-se as tendências em termos de marca, ou seja, MDF a descer e as MDD subir, embora menos.

Também no “Retalho”, seja e-commerce ou m-commerce, por smartphone ou mesmo Facebook, os especialistas e analistas do mundo do retalho são unânimes: o consumidor está cada vez mais fora da loja e a tornar-se virtual.

Para terminar o “Retalho”, a Starbucks está a piscar o olho ao Parque das Nações. Certo é que a rede internacional de cafetarias vai abrir, em 2011, mais duas lojas em Lisboa.

Na “Produção”, além da entrevista a Luís Vasconcellos e Souza, tivemos, também, à conversa com Pedro Pinto, CEO do grupo Primor, detentor da Indústria Carnes do Minho. Segundo o responsável, esta empresa, com apenas quatro anos, opera em mais de 20 países e factura cerca de 60 milhões de euros, salientando que “quanto mais exigente, mais interessante o mercado”.

Também na “Produção”, a Guloso acaba de lançar dois novos produtos a preço reduzido, tendo conquistado a liderança, segundo a Nielsen, do segmento de polpas de tomate.

Nas “Bebidas”, a Kantar Worldpanel analisa o mercado de “Chás e Infusões”. Se globalmente, a categoria esteve estável, em 2010, os chás registaram um crescimento em valor e volume, mas as infusões caíram, em valor.

Numa edição enriquecida com o “Conselho dos Notáveis”, colocámos à consideração do painel questões relacionadas com a “nova” realidade política no País e as consequências que novas eleições e uma eventual entrada do FMI possuem para o País e empresas.

Isto tudo além dos artigos de opinião: “10.148 refeições congeladas”, de Filipe Charters de Azevedo (PwC); “Crise: Exportação e Marca Própria”, de Sérgio de Sena Leote (Michael Page); “Benefícios do consumo de bacalhau”, da nutricionista Helena Real; “Merchandising seguro para embalagens … que tendências?”, de João Fanha (Gateway); “Vinho de Mesa com ano e casta”, de José Pinto Gaspar (CVR Tejo); “O período experimental – em quanto tempo provamos o que valemos?”, de Ana Cruz (Hays).

Boas leituras!

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *