Destaque FMCG Vinhos

Arlindo Cunha traça objectivos da nova direcção da CVR Dão

Por a 4 de Novembro de 2010 as 14:47
arlindo_cunha

Garantir a unidade e coesão institucional, velar pela qualidade dos produtos, reforçar as estratégias de promoção e marketing, ocupar o espaço de representatividade e reivindicação sectorial, agilizar serviços e revitalizar a investigação e desenvolvimento dos Vinhos do Dão, são os principais compromissos que o novo presidente da Comissão Vitivinícola Regional (CVR) do Dão, Arlindo Cunha, apresentou para o mandato que esta iniciou hoje (Quinta-feira).

Na cerimónia de tomada de posse dos novos órgãos sociais da CVR Dão, realizada no Solar do Vinho do Dão, em Viseu, Arlindo Cunha elencou os objectivos da primeira direcção eleita na história da instituição, que exercerá funções no triénio 2010/2013.

Tendo por objectivo transversal “unir a Região Demarcada do Dão em torno de um projecto mobilizador que a consolide no pelotão da frente das regiões demarcadas portuguesas”, o presidente da CVR Dão desafiou os diferentes protagonistas do sector para “um compromisso estratégico” que resulte na qualidade dos produtos, considerando tratar-se da “única via de criação colectiva de valor para todos”.

De forma a associar ainda mais a qualidade aos Vinhos do Dão, a nova direcção da CVR Dão propõe-se realizar “um trabalho estruturado e profundo de comunicação e marketing”, que se revele capaz de “recuperar a histórica imagem identitária do Dão como região produtora de vinhos de excelência” fazendo com que a Denominação de Origem Dão “seja uma mais-valia efectiva nas vendas das empresas”.

“O Dão precisa mais do que nunca de se virar para fora do seu próprio espaço”, alertou Arlindo Cunha, para logo realçar que “o interesse individual está profundamente dependente do interesse colectivo: se a marca (Dão) se valorizar, todos ganham”.

Outra linha do programa de acção da nova direcção da CVR Dão consistirá “na investigação e experimentação com vista à melhoria das vinhas e dos vinhos da região”, estando em agenda o estabelecimento de contactos com o Ministério da Agricultura, Desenvolvimento Rural e Pescas e o Instituto Politécnico de Viseu “para constituição de uma parceria capaz de transformar o Centro de Estudos Vitivinícolas do Dão num verdadeiro centro de Investigação e Desenvolvimento – como já foi no passado – com capacidade de servir os interesses de todos os vitivinicultores da região”.

Agilizar os serviços que a CVR Dão presta aos agentes económicos e “participar activamente em todo o espaço de representatividade e de reivindicação existente no quadro da organização institucional do sector, quer a nível das estruturas associativas, quer no quadro dos organismos públicos, quer a nível nacional, quer da União Europeia” foram outras premissas anunciadas por Arlindo Cunha.

O novo presidente da Comissão Executiva da CVR Dão, Arlindo Cunha, tomou posse juntamente com o Vogal do Comércio, Rui Ribeiro, e o Vogal de Produção, António Mendes. O novo presidente do Conselho Geral da CVR Dão é Raul Albergaria.

Um comentário

  1. master wine

    4 de Novembro de 2010 at 22:52

    Boa sorte para o novo presidente da CVR Dão pois é uma região que pode dar muitas alegrias aos amantes do bom vinho…

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *