Douro recebe debate mundial sobre viticultura

27 de Abril de 2010 por Victor Jorge

A Associação dos Empresários Turísticos do Douro e Trás-os-Montes (AETUR), em associação com o Instituto dos Vinhos do Porto (IVDP), vai realizar, entre 26 e 29 de Maio, no Vale do Douro, o Wine Affairs – Fórum Global do Vinho. Um Encontro Internacional de Viticultura, Enologia e Mercado que pretende levar ao Douro – a mais antiga Região Demarcada e Regulamentada do Mundo – o debate das questões globais do sector: Indústria do Vinho, Organizações de Mercado e Turismo Vitivinícola.

Transmitindo a sua experiência centenária, o Douro estará, com este fórum, no centro do debate sobre o vinho e a vinha, partilhando com outras regiões produtoras de outros países a sua herança e o segredo da excelência com que marcou e continua a marcar o seu espaço no Mundo, aliando o vinho à paisagem “Património da Humanidade”.

O grande objectivo da organização é tornar o Wine Affairs – Fórum Global do Vinho uma referência mundial, destacando-se pelo contributo que pretende dar para a discussão de tudo o que está relacionado com viticultura, da tradicional produção do vinho à mais inovadora tecnologia à disposição da indústria. Pretende-se destacar a função geradora de inovação e a sua colocação ao serviço do sector.

O fórum abrangerá assim toda a fileira da produção e da comercialização. Será um Fórum Global de duplo sentido: global por colocar o sector à discussão de todos os seus intervenientes dos mais variados países e global por se propor discutir todas as etapas deste sector, desde a plantação da vinha ao produto final.

O Fórum será também uma forma de captar os players mundiais e os líderes de opinião mais influentes nas diferentes áreas desta indústria e, desta forma, contribuir para a afirmação do Alto Douro Vinhateiro como destino turístico de eleição, publicitando, simultaneamente, a sua oferta turística e os seus produtos emblemáticos.

Para a componente técnica e científica – designada Infowine.forum –, que será realizada nos dias 26 e 27 de Maio em associação com a VINIDEAs, foram convidados especialistas de renome internacional. Entre eles estarão Peter Godden, do Australian Wine Research Institute (AWRI), de Adelaide, Austrália; António César Silva Ferreira, investigador da Escola Superior de Biotecnologia, da Universidade Católica do Porto; Stefano Poni, Professor Associado de Viticultura da Università Católica del Sacro Cuore de Piacenza, Itália e Jamie Goode, critico de vinhos freelancer e colunista sobre vinhos para o jornal inglês The Sunday Express e editor na wineanorak.com, que chega de Londres.

Nestes dois primeiros dias serão também apresentadas em seminários as temáticas GoGreen – impacto ambiental e vitivinicultura sustentável, GoTech – qualidade da uva e do vinho, gestão integral de produção e novas tendências em equipamentos, e GoMarket – novas tendências no consumo de vinhos, estratégias de comunicação e canais de distribuição.

No dia 28 de Maio, a atenção dos participantes estará centrada no Wine Org Affairs e no Wine Tourism Affairs. O primeiro destes blocos debruçar-se-á sobre o presente e o futuro da vinha e do vinho e o segundo sobre a actividade complementar de turismo associado a esta indústria. Este último conta com a participação da Rede Europeia das Cidades do Vinho (RECEVIN), da Great Wine Capitals, das Enotecas Fasano e do Turismo de Portugal.

Este evento é destinado a profissionais do sector do vinho, nacionais e internacionais, a associações sectoriais, a investigadores e a escolas da fileira do vinho, aos enoturistas, a líderes de opinião e a todos aqueles que, de forma mais ou menos directa, tenham uma ligação ao Douro, seja pela viticultura, seja pelo turismo a ela está associado.

     
  • Notícias relacionadas

    No related posts.

Uma resposta a “Douro recebe debate mundial sobre viticultura”

  1. O Foru Global do Vinho neste Douro – a primeira região demarcada e regulamentada do mundo – pode mostrar que hoje, como ontem, o Douro não deve ter receio de se comparar com as outras regiões vinhateiras, sejam elas quais forem. Saibamos nós manter na produção vitivinícola a excelência que fomos sabendo conquistar através do séculos!…

Deixar uma resposta